Data driven Marketing: O que é e porque você precisa ser

Um fenômeno facilmente compreendido no mundo das agências, e não é de hoje, é a conquista dos dados como fontes seguras e úteis nas tomadas de decisões.

A atuação das agências está evoluindo fortemente em conjunto com o avanço das tecnologias, principalmente quando tratamos do marketing digital. E desse modo, o que chamamos de data driven marketing está se popularizando no mundo dos negócios.

É por isso que afirmamos: o futuro será feito de dados!

Já parou pra pensar que utilizar  dados nas escolhas na sua agência, inclusive para os gestores de marketing, pode não ser uma ideia futurista mas sim atingível ainda hoje? Afinal, ninguém quer ficar para trás nessa corrida tecnológica, certo?

Então não pare agora não, continue na leitura que vamos continuar no assunto.

O que é Data driven marketing

De maneira simples, a definição de data driven marketing nada mais é que um marketing guiado por dados. Mesmo simples, essa prática está sendo grandemente utilizada por agências e sua eficácia está mostrando que os dados vieram para ficar!

Os gestores de marketing estão constantemente realizando escolhas, porém sem a utilização correta de dados para auxiliá-los, é comum que tomem decisões muito mais propícias ao erro.

Vamos pensar assim: os dados são um direcionamento para o gestor, que o guiam por pontos cegos. Sem dados os profissionais de marketing não conseguem enxergar o caminho que estão traçando e por isso testam várias direções até encontrarem a certa. Sendo um data-driven marketing não. Através da utilização de dados, é possível tomar decisões bem estruturadas e com base em resultados recolhidos por campanhas anteriores e, assim, tornar as ações de marketing mais assertivas e com margem de erro muito menor.

Agências data driven

Os dados representam quantidades, número e estimativas, mas vai muito além disso. Uma agência data driven possui em mãos um grande número de informações sobre os mais diversos setores em que atua , e é por isso que os dados, além da característica quantitativa, podem apresentar atributos qualitativos em relação às ações da agência.

Por exemplo, no marketing, ao obter dados sobre as campanhas (quantitativo), o gestor consegue conhecer os leads, prospects ou clientes e, assim, criar uma noção de personalidade dos indivíduos que se relacionam com a organização (qualitativo).

Mas vamos por partes. Como funciona o caminho dos dados que entram (data in)?

Primeiro os dados chegam através algum contato feito de um prospect com a empresa, seja ele através de ligações telefônicas ou formulários preenchidos. Logo depois, esses dados ficam disponíveis em uma plataforma de informações que podem ser acessados a qualquer momento, geralmente um sistema interno que integra todos os canais de recepção de dados. Isso torna  possível a análise e obtenção de insights a partir dos dados recolhidos e assim dirigir sua agência com base em fatos e não apenas especulações.

Fica evidente a presença dos dados no cotidiano das agências, porém nem todas possuem um mecanismo de recolhimento, armazenamento de dados e principalmente, análise, o que ocasiona grande perda de informações.

Vantagens de ser data driven

Os dados entram e saem a todo momento no mundo das agências e trazem juntamente à eles inúmeras informações importantes que não podem ser deixadas de lado. E é aí que ser data driven torna-se relevante. 

Um dos pontos importantes e provavelmente o mais essencial de ser data driven, é poder nortear as estratégias de marketing de forma mais certeira. O marketing das agências utiliza diversos canais para se comunicar com seus públicos e as estratégias feitas para as campanhas apresentarem mais resultados podem ser facilmente aprimoradas com a análise de dados.

Além disso, direcionando as campanhas para uma direção mais assertiva, o desperdício de investimentos em marketing é eficazmente reduzido, tendo em vista um conhecimento mais apurado do público consumidor através da análise de dados.

Segundo pesquisa da empresa Ascend2 o maior objetivo de ser um data driven marketing é conseguir personalizar a experiência dos clientes, e isso pode ser feito com base em recolhimento de dados. De que forma?

Bem, a agência já pode conter informações importantes sobre o prospect ou o lead antes mesmo deste virar cliente. E claro, quanto  maior a quantidade possível de informações sobre eles, maior o conhecimento e a proximidade da agência com esse público, podendo, assim, obter um relacionamento personalizado e específico para cada um.  

Ou seja, já não tem como evitar a existência dos dados influenciando nosso dia-a-dia, agora só basta você reconhecer a importância deles e não ficar mais nenhum momento sem mensurar os dados que chegam através das suas campanhas.

 

Novo ebook

Vamos gerar mais leads telefônicos?

Baixe o material

Comentários

Atendimento e vendas PhoneTrack

Entre em contato com nossa equipe e saiba mais sobre nossas soluções.

0800 878 3246

São Paulo

Av. Brigadeiro Faria Lima, 3729, 5º andar
Itaim Bibi, 04538-133

11 3508-8004

Curitiba

Av. Candido de Abreu, 427, sala 1607
Centro Cívico, 80530-903

41 4042-6004

Rio de Janeiro

Rua Prof. Castilhos, 431, 7º andar
Campo Grande, 23045-060

21 3500-6962