Como extrair insights de call tracking para Marketing de Conteúdo Data-driven

Se você trabalha em agência, já deve ter se perguntado sobre o volume de conteúdo digital disponível no mundo. Bem, vamos aos números: de acordo com a consultoria International Data Corporation, nós já passamos dos 4,4 trilhões de gigabytes e deveremos alcançar os 44 trilhões em 2020. Para alcançar relevância nesse cenário, é importante apostar em uma direção: o Marketing de Conteúdo Data-driven.

Sem ele, você corre o risco de parecer a Andy no primeiro dia de trabalho no filme O Diabo Veste Prada. Mas, o que trabalhar na área de Moda e com revistas especializadas tem a ver com isso? Leia até o final, que você já vai entender!

Você vai ler sobre:

O que é Marketing de Conteúdo Data-driven

Qual é a importância de extrair insights de call tracking

Como utilizar estes recursos para otimização na prática

O que é Marketing de Conteúdo Data-driven?

O Marketing de Conteúdo Data-driven nada mais é do que uma estratégia orientada por dados concretos e analíticos sobre o que realmente funciona – ou não – para o público-alvo.

Com o Marketing de Conteúdo Data-driven, você não precisa se basear em “achismos”, no seu feeling ou na sua pura intuição. A comunicação é mais eficaz porque está de acordo exatamente com o que seu público-alvo quer e precisa saber, e não no que você imagina ser adequado, o qual pode estar – muito – longe da verdade.

E como o call tracking pode ajudar?

O call tracking é uma ferramenta poderosa na criação de ações de Marketing de Conteúdo Data-driven. Com o rastreamento, você pode obter uma quantidade expressiva de dados e métricas para nortear seus esforços.

Dessa maneira, você consegue trabalhar com base em informações concretas e totalmente personalizadas sobre o que funciona. Ou seja, o que resulta em maiores conversões ou não atrai a atenção de leads. Com o call tracking, você deixa de lado a fase da experimentação para atuar com base em conhecimento real. Vem entender como fazer isso, na prática!

6 formas criativas de utilizar o call tracking no Marketing de Conteúdo Data-driven

1 Desenvolva guias e vídeos explicativos

Um dos insights mais poderosos que o uso do call tracking pode oferecer diz respeito às principais dúvidas do seus clientes a respeito do negócio.

Realizar uma compilação criteriosa das suas chamadas fornecerá dados valiosos a respeito de perguntas recorrentes ou até de dificuldades na utilização do seu produto e/ou serviço, as quais poderiam ser sanadas com a produção de conteúdo que atenderia uma população expressiva de usuários.

A partir dessa percepção, é possível desenvolver blogposts informativos, listas de perguntas e respostas, guias ou manuais de utilização do produto ou, a depender do perfil da empresa e da persona, um vídeo divertido sobre o que não fazer, junto às possíveis consequências.

2 Crie uma nuvem de palavras-chaves

Outra maneira de extrair insights de call tracking para Marketing de Conteúdo Data-driven é fazendo a transcrição das chamadas e enviando informações para um gerador de nuvem de palavras-chaves, com o objetivo de descobrir os principais tópicos e frases encontrados nas ligações.

Com essas informações em mãos, será mais fácil descobrir o que é um assunto recorrente entre o seu público-alvo e gerar conteúdos que atendam necessidades. As palavra-chaves podem inspirar, por exemplo, desde postagens no blog até podcasts e eBooks.

3 Destaque seus diferenciais com base nos feedbacks

O call tracking também pode ser utilizado para gerar os conteúdos Data-driven focados na apresentação de diferenciais do seu produto e/ou serviço, com relação à concorrência.

Utilize os feedbacks recebidos para compreender melhor como o seu produto se destaca no mercado em que está inserido, e trabalhe em postagens que valorizem esses atributos para reforçar o valor da sua marca.

4 Use eventuais dificuldades do produto a seu favor

Além de identificar as tendências e oportunidades, os dados do call tracking também podem ser utilizados para criar um conteúdo data-driven que explore, com inteligência, os pontos fracos do seu negócio.

Caso você verifique uma tendência entre seus clientes em relatar desafios ou dificuldades relacionados ao produto e/ou serviço, é possível agir preventivamente e criar podcasts ou vídeos divertidos, explorando diversas maneiras de contorná-los ou superá-los.

5 Publique conteúdos de atualização

Para manter o Marketing de Conteúdo Data-driven sempre ativo, com os insight obtidos através do call tracking, você pode construir o hábito de compartilhamento das atualizações trimestrais com novas tendências ou desafios identificados nas chamadas.

É possível, por exemplo, que a atualização de um produto provoque dúvida em uma parcela expressiva de potenciais compradores. Nesse caso, é possível explorar essas dores criando conteúdo em vídeo, blogpost ou mesmo infográfico.

6 Ofereça conteúdos exclusivos

As ferramentas de call tracking também são excelentes aliadas para que você identifique as necessidades de determinados grupos e, a partir daí, ofereça conteúdo exclusivo para eles.

Filtre dúvidas e anseios que surgem apenas entre um perfil de cliente e produza o conteúdo data-driven que será direcionado para esse nicho via e-mail marketing, por exemplo.

Onde entra Andy, de O Diabo Veste Prada, nisso?

Eu sabia que você não ia esquecer dela! Quando Andy começa a trabalhar na revista fictícia de moda Runaway, tem certeza de que vai ser um sucesso, já que é inteligente e se formou em uma boa universidade. No entanto, os seus primeiros dias são um verdadeiro desastre.

Isso porque, apesar de todo o seu conhecimento no ramo de Jornalismo, a linguagem de Andy estava completamente desajustada ao meio. E é exatamente o que acontece quando você faz Marketing de Conteúdo baseado em “achismo” ou intuição.

Você pode trabalhar com o melhor time, ter os redatores mais capacitados e, simplesmente, não se comunicar com seu público-alvo pela falta de compreensão das suas necessidades. Portanto, para evitar que isso aconteça, toda e qualquer ajuda é bem vinda, não é mesmo?

E então, já conhecia essas dicas de como usar os insights de call tracking para a otimização do seu Marketing de Conteúdo Data-driven? De que outras maneiras você aproveita os registros telefônicos na sua estratégia? Compartilhe suas experiências e conte-nos sobre as melhores práticas da sua agência!

Agora que você já conhece mais sobre o tema, aproveite também para descobrir os 10 insights sobre dados de voz para o seu negócio em 2019! Boa leitura e até a próxima.

Se quiser conhecer mais táticas criativas de produção de conteúdo, não deixe de visitar o blog da Gummy.

Até a próxima. 🙂

 

Este conteúdo foi escrito por Beatriz Almeida, CMO da Gummy Conteúdo Digital

Novo ebook

Vamos gerar mais leads telefônicos?

Baixe o material

Comentários

Atendimento e vendas PhoneTrack

Entre em contato com nossa equipe e saiba mais sobre nossas soluções.

0800 878 3246

São Paulo

Av. Brigadeiro Faria Lima, 3729, 5º andar
Itaim Bibi, 04538-133

11 3508-8004

Curitiba

Av. Candido de Abreu, 427, sala 1607
Centro Cívico, 80530-903

41 4042-6004

Rio de Janeiro

Rua Prof. Castilhos, 431, 7º andar
Campo Grande, 23045-060

21 3500-6962