A revolução do call tracking nas agências

O segmento de marketing digital como um todo tem passado por mudanças drásticas e rápidas. A cada ano, novas tecnologias e formatos de comunicação ganham espaço entre os consumidores e impactam diretamente a forma como agências pensam e agem.

Atualmente, muito se fala a respeito de bots de atendimento (robôs), inteligência artificial, ciência de dados e até mesmo moedas virtuais, as chamadas bitcoins. Essas novas tecnologias surgem devido, principalmente, à rápida evolução do conhecimento, mas não necessariamente para satisfazer as necessidades e demandas do homem. Hoje em dia, o que vemos é que a própria tecnologia norteia nosso desenvolvimento.

Isso, porém, gera novas possibilidades e novos desafios aos profissionais de marketing digital, que precisam se adaptar rapidamente a todas essas mudanças.

A revolução do call tracking para as agências

Call tracking.

E onde fica o telefone no cenário atual de dados, métricas e foco em resultados?

A tecnologia por trás da telefonia avançou muito graças aos smartphones, banda larga móvel e aplicativos, mas basicamente continuamos discando para números e falando por voz com uma pessoa do outro lado da linha. E, na maioria das vezes, essa comunicação não é mensurada ou monitorada.

Em muitas campanhas de marketing a quantidade de ligações telefônicas (leads telefônicos) acaba sendo o mesmo de antes, ou até maior do que o número de leads originados por outros canais.

Tecnologias de call tracking, como o PhoneTrack, possibilitam que cada ligação seja mensurada e transformada em dados, fornecendo, de forma confiável, o mesmo nível de métricas e dados que o Google Analytics, por exemplo.

Conheça algumas métricas básicas do call tracking:
Volume de ligações por anúncio ou campanha;
• Oportunidades (ligações com mais tempo de duração);
Ligações perdidas (não atendidas);
• Tempo médio da ligação por anúncio ou campanha;
• Horários de pico;
• Perfil do lead (gravação das ligações);
• Anúncio ou campanha que gerou aquela ligação (lead).

São dezenas de indicadores valiosos para qualquer empresa ou profissional que utiliza o telefone para gerar negócios e se relacionar com seus clientes. Os mais diversos segmentos, como concessionárias, hotéis, redes de franquias, universidades, bancos, indústrias, entre outros, se beneficiam das possibilidades do call tracking.

A importância das ligações telefônicas.

De acordo com pesquisas realizadas pelo Google, o volume de ligações para empresas originadas de buscas mobile está crescendo em torno de 40% ao ano nos Estados Unidos. O consumidor tem percebido a vantagem de ligar a partir de um simples clique no seu smartphone e falar diretamente com uma pessoa “de verdade” no momento desejado.

Untitled-1

As principais reclamações dos usuários quanto ao contato por formulários eletrônicos é a demora e a frieza no atendimento. As queixas estendem-se também ao atendimento via chat, onde destaca-se a massificação e a falta de qualidade no suporte das empresas.

O contato via telefone busca resolver esses problemas.

Um lead telefônico é valiosíssimo e precisa ser conquistado em todos os detalhes. Quando entra em contato com a empresa, busca ser atendido rapidamente, de forma padronizada, por pessoas capacitadas e, principalmente, conseguir resolver suas solicitações de forma simples, rápida e em uma única ligação.

Para empresas como hotéis, escolas de inglês ou academias, por exemplo, o bom atendimento pode ser a diferença entre conquistar ou perder um cliente.

Durante uma chamada telefônica é possível conhecer melhor o consumidor e aumentar o ticket médio. Esse tipo de ação é mais difícil ou mesmo inviável em outros formatos de comunicação.

E o papel da agência?

Ferramentas de call tracking possibilitam à agência entender e entregar métricas relacionadas ao telefone de forma clara e precisa ao seu cliente. Ele terá acesso a informações como gravação das ligações e indicadores de desempenho, que possibilitam o aumento da conversão, tendo como principal beneficiado o consumidor.

Os profissionais de marketing digital devem focar em:
• Direcionar campanhas para o telefone;
• Entender as principais métricas;
• Realizar testes A/B entre telefone e formulário;
• Comparar os resultados de cada campanha;
• Entender o perfil do lead telefônico.

As empresas que usam o telefone em suas vendas devem, por sua vez, dar atenção a:
Monitorar e preparar seu time de vendas ao telefone;
• Dimensionar vendedores nos horários de pico;
• Desenvolver um processo para recuperação de leads perdidos (ligações não atendidas);
• Ouvir as dores do consumidor com o objetivo de melhorar o atendimento.

Os desafios são imensos e a tecnologia tem sido essencial nesse processo. A excelência no atendimento e a satisfação do consumidor, porém, são as principais conquistas na gestão de leads telefônicos.

A revolução para as agências já começou e o PhoneTrack pode ajudá-las a melhorar a performance de suas campanhas de marketing. Entre em contato conosco e tenha uma demonstração de nossa plataforma.

Novo ebook

Vamos gerar mais leads telefônicos?

Baixe o material

Comentários

Atendimento e vendas PhoneTrack

Entre em contato com nossa equipe e saiba mais sobre nossas soluções.

0800 878 3246

São Paulo

Av. Brigadeiro Faria Lima, 3729, 5º andar
Itaim Bibi, 04538-133

11 3508-8004

Curitiba

Av. Candido de Abreu, 427, sala 1607
Centro Cívico, 80530-903

41 4042-6004

Rio de Janeiro

Rua Prof. Castilhos, 431, 7º andar
Campo Grande, 23045-060

21 3500-6962